Dependent foreign key constraint violation

Quando você tenta excluir a linha de uma tabela em alguma base de dados e se depara com uma restrição por causa de uma chave estrangeira, algo tipo:

Dependent foreign key constraint violation in a referential integrity constraint. dbname =  ‘meudb’, table name = ‘meudb..MINHATABELA’, constraint name = ‘MINHA_TABELA_1938102914’.

sybase

sybase

Se isso correr no Sybase utilize a linha abaixo no isql ou SqlAdvantage para identificar as dependências:

select object_name(constrid),object_name(tableid) from sysconstraints

Até a próxima

Find Procedure, um dia você vai precisar!

Procurar conteúdo dentro de uma procedure sem a intervenção de um DBA pode ser necessário, se você não precisou, vai precisar um dia. A query abaixo procura trecho dentro das procedures armazenadas no banco.

[codesyntax lang=”sql”]

SELECT ROUTINE_NAME, ROUTINE_DEFINITION
FROM INFORMATION_SCHEMA.ROUTINES
WHERE ROUTINE_DEFINITION LIKE '%SEARCHSTRING%'
AND ROUTINE_TYPE='PROCEDURE'

[/codesyntax]

Claro, que dependendo do banco da dados(Oracle, MSSQL, Postgre, MySQL, Sybase) algumas adaptações são necessárias 😉

>Encurtador Pessoal de URLs

>A duas semanas resolvi listar, analisar, por em ordem e concluir todos os projetos pessoais que havia parado.

Eis que me deparo com um que gosto muito, um encurtador de urls pessoal. Haviam algumas lacunas a serem preenchidas para que este fosse finalizado e por isso acabei não dando continuidade. Até semana passada!

Lacunas com base em segurança e funcionalidades não encontradas em nenhuma ferramenta atual no mercado, que agora estão concluídas. Abaixo um pegueno print, em breve, a url;)

>Fisl11 – Dia 22 , Parte 1

>Seguindo minha agenda, assisti a palestra: Gerenciamento de conteúdo corporativo no Ministério da Previdência Social que utiliza o CMs Alfresco com a Palestrante Edilene Aparecida Veneruchi.

CMs Alfresco:
web 2.0;
framework surf;
Open – Open Source, Open Standards
Source – Best-of-Breed Open Source Components
Enterprise – Enterprise-Scale, Enterprise-Infrastructure, Enterprise-Control
Content – Documents, records, Web Pages, Images, Rich Media
Management – Most Experienced Team in Content Management in the World from Documentum and Vignette.

Excelente palestra e muito apropriada para quem deseja implementar ou trabalhar com gerência de conteúdo open source.
Se você frequenta o Fisl a no mínimo dois anos, vai notar a falta da Sun e Oracle neste evento. A presença da Sun sempre foi marcante e causou muito impacto. Um pouco a menos de brilho este ano.

Fonte(s):
http://www.alfresco.com/

>PeoplePods – Sites com recursos de rede social

>

PeoplePods é um conjunto de ferramentas de código aberto construído com PHP / MySQL para criação de websites com recursos de rede social com facilidade.
Ele pode ser usado para construir sites stand-alone ou em camadas para sites existentes para adicionar funcionalidade social.


Ele tem funcionalidades sociais populares, tais como:
• Listas de amigos
• Exibição de conteúdo personalizado
• bookmarking
• Votação, etc

Características de aplicação web padrão como:
• log-in
• Personalização
• Criação de conteúdo e gerenciamento
• Etc
O kit de ferramentas é orientada a objeto e vem em 3 partes:

  • o núcleo;
  • módulos de plugin;
  • e ferramentas administrativas.
PeoplePods tem suporte para theming e pode ser melhorado ainda mais facilmente com seus plugins módulo.

Website: http://peoplepods.net/
Demo: http://core.peoplepods.net/
Download: http://peoplepods.net/version/667

Tag(s):
PeoplePods, Orientação Objetos, bookmarking , rede social, PHP, Mysql,

Iniciativa Caelum na busca de emprego

A Caelum, renomada empresa em treinamentos e serviços estreou mês passado o site aondetrabalhar.com. A iniciativa visa ajudar alunos, profissionais e empresas que conhecem o trabalho da Caelum e possam confiar na busca de  profissionais cadastrados.

aondetrabalhar_edersonmelo

Segundo o blog.caelum.com.br de Fabio Kung:

A idéia principal do site é fazer as vagas atingirem os melhores desenvolvedores, de maneira simples. Pessoalmente, sempre achei irritante ter que preencher enormes formulários para poder começar a procurar por vagas. Pior ainda quando precisamos fazer upload de um arquivo do Word com o currículo!

A filosofia principal do site é simplicidade. Funciona como um job board (popular lá fora) e as empresas podem anunciar vagas de emprego a vontade. Detestamos burocracia: procurar boas oportunidades de emprego deve ser simples e fácil. Não é necessário se cadastrar, nem preencher formulários para buscar por vagas. Quer procurar por vagas de Java? De Ruby on Rails?

http://ondetrabalhar.com/java
http://ondetrabalhar.com/rails

Apenas em São Paulo?

http://ondetrabalhar.com/java/em/sao-paulo-sp

Estamos fazendo um trabalho forte de Search Engine Optimization (SEO) para fazer as vagas ficarem bem posicionadas nos principais mecanismos de busca. Além disso, fornecemos feeds para qualquer pesquisa e você pode acompanhar as vagas do seu agregador de RSS favorito. Em breve, também será possível receber emails com as vagas de interesse.

Outra enorme preocupação do OndeTrabalhar.com é fazer as vagas chegarem no público certo: os melhores desenvolvedores do mercado. Para isso, estamos fazendo diversos acordos com algumas das maiores comunidades de desenvolvimento do Brasil. Entre as que já posso citar estão o GUJ.com.br, o PortalJava, o RubyOnBr.org, o Ruby Inside Brasil e algumas comunidades de outras linguagens como PHP e Python ainda vem por aí. Em breve já aparecerão vagas de emprego do OndeTrabalhar.com em todos esses sites, inclusive por aqui no Blog da Caelum.

Caso exista alguma vaga aí na empresa onde trabalha, eu te peço um enorme favor: comente sobre o OndeTrabalhar.com ao responsável. Melhor ainda se você mesmo for o responsável e puder cadastrar a(s) vaga(s) por lá.

Se você tem interesse em fazer alguma parceiria conosco, para ter uma lista de vagas atualizada no seu site, blog, portal, ou comunidade, sem ter dor de cabeça tendo que gerenciar isso (inclusive remover vagas já preenchidas), entre em contato!

O OndeTrabalhar.com foi produzido pelo núcleo de Ruby on Rails da Caelum, do qual eu tenho um orgulho e felicidade enormes de ver crescendo!

Fonte:

blog.caelum.com.br de Fabio Kung

Abraço,
Ederson Melo – @edersonmelo