>Solução Erro Feeds WordPress

>Algumas instalações pessoais de wordpress podem apresentar erro na saída de feed. Em sua maioria estes erros são causados por existência de espaços em branco antes da declaração de XML que é o responsável pelo resultado quebrado.

Demonstração saída com erro:

Erro no processamento de XML: declaração xml ou de texto fora do início da entidade Posição: http://www.teste.com.br/xxxxx/feed/ Número da linha 4, coluna 1:

Isto significa que se antes do caractere < houver caracteres indesejados, estes precisam ser eliminados (também os espaços em branco) para que a saída tenha uma declaração limpa de XML.


< ?xml version=”1.0″ encoding=”UTF-8″?>

A solução mais simples é a alterar o arquivo de saída wp-includes/feed-rss2.php.

Abra com um editor de texto e localize o seguinte código:


header(‘Content-Type: ‘ . feed_content_type(‘rss-http’) . ‘; charset=’ . get_option(‘blog_charset’), true);
$more = 1;

Abaixo da linha $more = 1; adicione o código:

$out = ob_get_contents();
$out = str_replace(array(“\n”, “\r”, “\t”, ” “), “”, $input);
ob_end_clean();

Mas o que é e para que servem as 3 linhas?

Começando pelo básico, ob significa Output Buffer, que nada mais é do que o Buffer de saída.

Buffer á uma região da memória onde os dados ficam armazenados temporariamente até que sejam despejados para a aplicação.

Você deve ter se deparado com algum erro de Headers already sent. Isso se dá porque já foi enviada alguma saída para o navegador.
O ob_get_contents(), irá retornar o conteúdo do buffer.

str_replace(array(“\n”, “\r”, “\t”, ” “), “”, $input); irá remover todos os espaços em branco existentes;

ob_end_clean() irá limpar, esvazia o buffer e encerrá-lo.

Deu uma olhada agora e, lá está seu feed prontinho 😉

>Scribus

>Acompanhando a troca de e-mails entre o pessoal da revista brOffice, da qual faço parte ou pelo menos tento, fiquei curioso com a forma com que o conteúdo da revista é editado. Como também trabalho em um grupo que possue jornais impressos e online e aqui utilizam o InDesign, fui a busca de um concorrente free e que podese fazer frente, eis que acho o scribus iniciado em 2001.

Algumas informações do site scribus Brasil:

Scribus é um Software Livre, equivalente ao PageMaker e InDesign, premiado na categoria paginação profissional para Linux, MacOS X, OS/2 e Windows com uma combinação de “press-ready”, output e novas abordagens para paginação.

Por debaixo da moderna e amigável interface o Scribus suporta características de publicação profissional, como cores CMYK, separações, gerenciamento de cores ICC e um versátil gerador PDF. O Scribus foi a primeira aplicação DTP do planeta a dar suporte directo a saída PDF/X-3, uma rigorosa norma ISO, e foi o único por quase um ano. Outras características incluem importar PDF, importar/exportar EPS, textos Unicode da direita para a esquerda, como árabe e hebraico.

Scribus também tem toques inesperados, tais como: ferramentas úteis desenho vectorial, importação e exportação de SVG e suporte às fontes OpenType. O formato de arquivo do Scribus é baseado em XML; aberto e completamente documentado. Ao contrário do arquivo binário de formatos proprietários, mesmo em documentos danificados podem ser recuperados com o editor de texto simples – por vezes um problema desafiador com outros programas de paginação.

Você pode usar um fácil scrapbook com o arrastar e soltar do mouse. Scribus é traduzido em mais de 25 línguas e mais outras serão num futuro próximos. O time do Scribus orgulha-se de um excelente suporte ao usuário final em um canal de IRC(Inglês) e uma animada e amigável lista de discussão(Inglês).

Fonte(s):
http://wiki.softwarelivre.org/Scribus/WebHome
http://pt.wikipedia.org/wiki/Scribus

Tag(s):
Jornais Online, revista zine, InDesign, scribus, PageMaker, Software Livre, Linux, MacOS X, OS/2, Windows, CMYK, ICC, DTP, PDF/X-3, SVG, XML, OpenType

Abraço,
Ederson Melo – @edersonmelo

Iniciativa Caelum na busca de emprego

A Caelum, renomada empresa em treinamentos e serviços estreou mês passado o site aondetrabalhar.com. A iniciativa visa ajudar alunos, profissionais e empresas que conhecem o trabalho da Caelum e possam confiar na busca de  profissionais cadastrados.

aondetrabalhar_edersonmelo

Segundo o blog.caelum.com.br de Fabio Kung:

A idéia principal do site é fazer as vagas atingirem os melhores desenvolvedores, de maneira simples. Pessoalmente, sempre achei irritante ter que preencher enormes formulários para poder começar a procurar por vagas. Pior ainda quando precisamos fazer upload de um arquivo do Word com o currículo!

A filosofia principal do site é simplicidade. Funciona como um job board (popular lá fora) e as empresas podem anunciar vagas de emprego a vontade. Detestamos burocracia: procurar boas oportunidades de emprego deve ser simples e fácil. Não é necessário se cadastrar, nem preencher formulários para buscar por vagas. Quer procurar por vagas de Java? De Ruby on Rails?

http://ondetrabalhar.com/java
http://ondetrabalhar.com/rails

Apenas em São Paulo?

http://ondetrabalhar.com/java/em/sao-paulo-sp

Estamos fazendo um trabalho forte de Search Engine Optimization (SEO) para fazer as vagas ficarem bem posicionadas nos principais mecanismos de busca. Além disso, fornecemos feeds para qualquer pesquisa e você pode acompanhar as vagas do seu agregador de RSS favorito. Em breve, também será possível receber emails com as vagas de interesse.

Outra enorme preocupação do OndeTrabalhar.com é fazer as vagas chegarem no público certo: os melhores desenvolvedores do mercado. Para isso, estamos fazendo diversos acordos com algumas das maiores comunidades de desenvolvimento do Brasil. Entre as que já posso citar estão o GUJ.com.br, o PortalJava, o RubyOnBr.org, o Ruby Inside Brasil e algumas comunidades de outras linguagens como PHP e Python ainda vem por aí. Em breve já aparecerão vagas de emprego do OndeTrabalhar.com em todos esses sites, inclusive por aqui no Blog da Caelum.

Caso exista alguma vaga aí na empresa onde trabalha, eu te peço um enorme favor: comente sobre o OndeTrabalhar.com ao responsável. Melhor ainda se você mesmo for o responsável e puder cadastrar a(s) vaga(s) por lá.

Se você tem interesse em fazer alguma parceiria conosco, para ter uma lista de vagas atualizada no seu site, blog, portal, ou comunidade, sem ter dor de cabeça tendo que gerenciar isso (inclusive remover vagas já preenchidas), entre em contato!

O OndeTrabalhar.com foi produzido pelo núcleo de Ruby on Rails da Caelum, do qual eu tenho um orgulho e felicidade enormes de ver crescendo!

Fonte:

blog.caelum.com.br de Fabio Kung

Abraço,
Ederson Melo – @edersonmelo

Microformatos

Microformatos é um conjunto de formatos abertos projetados para adicionar semântica em qualquer documento XML, especialmente HTML/XHTML.

Foi criado por  Tantek Çelik, chefe de tecnologia do Technorati e menbro do Web Standards Project e especialista da W3C Cascading Style Sheet.

Aplicações, como buscadores, podem extrair informações específicas de páginas que usam microformatos, como informações de contato, evento, licença, etc. Como exemplo para indicar que a página apontada por um link é de um amigo:
<a href=”http://www.siteseuamigo.com/&#8221; rel=”friend”>Amigo</a>

Os mecanismos de busca e os spiders possuem um algoritmo cuja função principal é verificar o que é mais relevante, de forma a criar relações
entre as informações obtidas sobre cada documento da web, que por sua vez geram ratings e rankings baseados nestas inter–relações.

A série de especificações:

Fontes:
Wikipediamicroformats
Abraço,
Ederson Melo

CMS’s

Procurando sobre CMS’s desenvolvidos em php, para ter uma idéia melhor da quantidade que temos disponíveis, achei uma lista completa na wiki. Coloquei a lista mais abaixo para quem deseja conferir.

E claro, aprendi um pouco mais sobre CMS.

CMS é a sigla para Content Management System, ou em bom português, Sistema Gerenciador de Conteúdo.

Um CMS tem como objetivo facilitar a criação, edição, publicação e distribuição de informação.

Características na maioria dos CMS:

  1. Suporte a múltiplos usuários (registro, gerenciamento e atribuição de papéis a vários usuários).
  2. Edição de conteúdo facilitada.
  3. As funcionalidades iniciais podem ser ampliadas ou novas podem ser adicionadas através de plugins e/ou módulos.
  4. Gerenciamento e controle de documentos através de publicação, revisão, arquivamento e eliminação de documentos.
  5. Camada de apresentação gerenciada através de templates, permitindo a troca rápida da interface independente do conteúdo.
  6. Controle de Fluxo. Por exemplo, um usuário pode enviar um artigo para um site, mas este não é publicado imediatamente, até que seja revisto por um editor e depois aprovado por um editor-chefe.

Em 1995, a CNET, uma empresa de mídia web, resolveu comercializar seu CMS através de uma empresa à parte, denominada Vignette, iniciando assim o comércio de gerenciadores de conteúdo.

Nome Plataforma BD Suportados Licenças
AdaptCMS Lite PHP MySQL GPL
Alfresco Java MySQL, Oracle, SQL Server, PostgreSQL, Informix GPL & Commercial
Apache Lenya Java, XML, Apache Cocoon Apache

License

Aqua CMS PHP MySQL GPL
AxCMS.net ASP.net Microsoft SQL Server 2005 or above free
b2evolution PHP MySQL GPL
BLOG:CMS PHP MySQL GPL
blosxom Perl Flat-file database MIT
Bricolage Perl PostgreSQL BSD
Byteflow Python, Django PostgreSQL, MySQL, SQLite, Oracle BSD
CivicSpace PHP MySQL Open source, detail

unknown

CMSimple PHP Flat-file database Affero
CMS made simple PHP MySQL, PostgreSQL GPL
concrete5 PHP MySQL MIT
Contrexx Open Source edition PHP MySQL Free for non-

commercial

use

Cyclone3 Perl, XUL, JavaScript, C, Java MySQL and any Perl DBI GPL
Daisy Java, XML, Apache Cocoon MySQL Apache

License

Dokuwiki PHP Flat-file database GPL
DotClear PHP MySQL, PostgreSQL GPL
DotCMS Java MySQL, MSSQL, PostgreSQL, Oracle GNU GPL v2
DotNetNuke ASP.NET Microsoft SQL Server (out-of-the-box) or any data storage system (each storage system needs a custom data provider to be installed) BSD
Drupal PHP MySQL or PostgreSQL GPL
e107 PHP MySQL GPL
Exponent PHP MySQL/PostgreSQL GPL
ExpressionEngine PHP MySQL Free “Core” version for

non-

commercial use

eZ Publish PHP MySQL/PostgreSQL/Oracle/Microsoft SQL Server GPL
Fedora Java MySQL or Oracle Educational Community License
Frog CMS PHP5 MySQL or SQLite MIT License
GX WebManager Community Edition Java MySQL or SQLite Free for

non-

commercial use

Habari PHP MySQL, PostgreSQL, SQLite Apache License
ImpressCMS PHP MySQL GPL
Jahia Java HyperSonic SQL, PostgreSQL, MySQL, Oracle JCDDL and JSSL
jAPS – java Agile Portal System Java HyperSonic SQL, PostgreSQL GPL
Joomla! PHP MySQL GPL
Liferay Java Apache Derby, DB2, HyperSonic SQL, Informix, InterBase, JDataStore, MySQL, Oracle, PostgreSQL, SAP, SQL Server, Sybase MIT
KnowledgeTree Document Management System PHP MySQL GPL
Lyceum PHP MySQL GPL
Magnolia Java JCR GPL
Mambo PHP MySQL GPL
MediaWiki PHP MySQL, PostgreSQL GPL
MiaCMS PHP MySQL GPL
Midgard CMS PHP (Midgard framework) MySQL LGPL
MODx PHP MySQL GPL
MoinMoin Python Flat-file database GPL
Movable Type Perl, mod_perl, FastCGI MySQL or MS SQL server or Oracle or PostgreSQL or SQLite GPL
Nucleus CMS PHP MySQL GPL
Nuxeo CPS Python ZODB GPL
Nuxeo EP Java PostgreSQL, MySQL, Oracle, SQL Server, Ingres LGPL
OneCMS PHP MySQL GPL
OpenACS TCL AOLserver PostgreSQL/Oracle GPL
OpenCms Java MySQL, Oracle, PostgreSQL, SQL Server, DB2, HSQL LGPL
Opus PHP MySQL GPL
Phenotype PHP + Smarty MySQL GPL
phpCMS PHP Flat-file database GPL
PHP-Fusion PHP MySQL GPL
PHP-Nuke PHP MySQL GPL
PHPSlash PHP GPL
phpWCMS PHP MySQL GPL
phpWebSite PHP MySQL or PostgreSQL LGPL
PhpWiki PHP Flat-file database/MySQL/PostgreSQL etc. GPL
Plone Python ZODB, SQLite, PostgreSQL, MySQL, Oracle via Zope GPL
PmWiki PHP Flat-file database GPL
PostNuke PHP MySQL GPL
PyLucid Python MySQL, PostgreSQL, SQLite GPL
Radiant Ruby MySQL, PostgreSQL, SQLite MIT
Scoop Perl on mod_perl MySQL GPL
Serendipity PHP + Smarty SQLite, PostgreSQL, MySQL, MySQLi BSD
SilverStripe PHP MySQL BSD
SiteFrame PHP + Smarty MySQL Creative Commons
Slash Perl on mod_perl MySQL GPL
SPIP PHP MySQL GPL
TangoCMS PHP MySQL GNU/GPL 2
Textpattern PHP MySQL GPL
TGS Content Management PHP MySQL GPL
TikiWiki CMS/Groupware PHP MySQL and others using ADOdb LGPL
Tribiq CMS PHP MySQL GPL
TWiki Perl Plain files (under version control) GPL
Typo Ruby on Rails MySQL, PostgreSQL, SQLite MIT
TYPO3 PHP MySQL, PostgreSQL, Oracle GPL
Quick.Cms.Lite PHP Flat-file database Creative Commons Attribution 2.5
WebGUI Perl on mod_perl MySQL GPL
whCMS PHP MySQL GPL
WordPress PHP MySQL GPL
Xaraya PHP with XHTML/XML/XSLT MySQL, PostgreSQL, SQLite using ADOdb and Microsoft SQL Server with Creole GPL
XOOPS PHP + Smarty MySQL GPL
XOOPS Cube PHP + Smarty MySQL BSD
Zena Ruby MySQL MIT

Fontes:

http://www.marcusvbp.com.br

http://pt.wikipedia.org

Abraço,
Ederson Melo