Mais Um Ano, Mais Novidades

Como todos sabem, devemos sempre inovar, estar em constantes mudanças, evolutivas de preferência e se você acompanha esse blog a algum tempo deve ter notado que isso é fato.

Então mantendo esse padrão e melhor ainda, padronizando estas mudanças, resolvi ajustar meu plano pessoal e profissional, que de forma alguma representa empresas ou marcas que eu represente. trata-se de um ajuste pessoal.

Neste alinhamento profissional aos meus 33 anos de idade, resolvi evoluir e me dedicar a nichos específicos, mantendo a sabedoria abrangente dos melhores profissionais do Mundo.

Minha dedicação será focada como organização, metodologias e a ciência dos dados com bigdata e nosql e mobile. Como organizador tenho em criação um blog específico, que também terá outras informações e que a tempos queria muito escrever, onde adiciono claro, muito de metodologias como 5s, GTD, …

Peço desculpas a todos os demais meios que vinham recebendo minhas contribuições e que já foram comunicados, e lamentaram muito a perda, mas chega uma hora que temos que focar na vida e pensar na aposentadoria, rsrsrsrs.

Acesse o nosso conteúdo pelo kindle

Hoje teste e aprovei o plugin de envio de post para o Kindle. Você como um profissional em blogs deve lembrar que a melhor posição para disponibilizar esta fantástica opção, deve ser no topo do seu conteúdo.

Você verá no topo dos posts o ícone:

Send to Kindle

 

A vantagem não explorada por muitos blogs hoje, é de ver um post ou matéria que pode interessar e enviara para leitura posterior no seu Kindle.
Simples, gratuito e de infinitas possibilidades : D

Markdownpad Editor

Markdown é uma linguagem de marcação baseada em texto criado por John Gruberem 2004 como uma maneira de escrever em um formato fácil de ler que podem ser convertidos em HTML. Ele usa uma sintaxe muito simples formatação de pontuação e caracteres familiar, o que torna o conteúdo escrito para a web uma experiência mais intuitiva e mais rápida.

Como Markdown cresce em popularidade, novas ferramentas e aplicações surgiram para atender a escrever, conversão e pré-visualizar a linguagem de marcação. De tutoriais, plugins do WordPress e livros para Ferramentas de Serviço Markdown dedicados para OS X, há uma riqueza de excelentes recursos disponíveis.

Achei muitos posts descrevendo e exemplificando as melhores ferramentas e aplicativos para escrever e visualizar Markdown, incluindo recursos para Windows, Mac OS X, iOS e na web.

Eu pessoalmente, utilizo inclusive para este post o MarkdownPad, que é excelente.

MarkdownPad

MarkdownPad é um editor de Markdown full-featured para Windows, com atalhos de teclado, previews ao vivo e fontes personalizáveis​​, cores, layouts e folhas de estilo. Ele suporta múltiplos núcleos de processamento, incluindo Markdown Markdown extra e GitHub Flavored Markdown, com documentos com guias, verificação ortográfica, auto-save e destaque de sintaxe.

2014-08-30_230718

Mas cheguei a achar posts apresentando mais de 100 opções, então cada um pode escolher o que mais lhe agrada.

Ederson Melo

Implementação GTD Pessoal

Todos compartilhamos diversas metodologias ágeis e não ágeis, mas 99,9% destas pessoas é incapaz de manter a própria organização.

Neste ponto é que temos diversos métodos entre eles 5S(não é o iphone), ZTD, GTD, etc.  E iniciando a segunda-feira com o processo de GTD completo e ajustado para meu perfil e realidade. Sem preconceitos!

edersonmelo-moleskine

Utilizando corretamente o OneNote Microsoft e o Todoist, o Toodledo é uma alternativa a se testar e pensar, claro mantendo a relação de aplicações de entrada de itens. Assim como o velho e maravilhoso moleskine. Este blog acaba entrando como uma forma de arquivar conhecimento, ele sempre serviu a este propósito, mas oficializado na arquitetura atual de conhecimento.

 

 

O problema de um é problema de todos

Excelente história que conheci através do colega de trabalho que mostra muito sobre ajuda, coleguismo e como um ato simples de se importar com quem precisa pode melhorar a vida.

O Rato e a Ratoeira

Numa planície da Ática, perto de Atenas, morava um fazendeiro com sua mulher; ele tinha vários tipos de cultivares, assim como: oliva, grão de bico, lentilha, vinha, cevada e trigo. Ele armazenava tudo num paiol dentro de casa, quando notou que seus cereais e leguminosas, estavam sendo devoradas pelo rato. O velho fazendeiro foi a Atenas vender partes de suas cultivares e aproveitou para comprar uma ratoeira. Quando chegou em casa, adivinha quem estava espreitando?

Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.

Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.

Correu para a esplanada da fazenda advertindo a todos:

– Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !!

A galinha disse:

– Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.

O rato foi até o porco e disse:

– Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira !

– Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. Será lembrado nas minhas orações.

O rato dirigiu-se à vaca. E ela lhe disse:

– O que ? Uma ratoeira ? Por acaso estou em perigo? Acho que não !

Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.

A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego.

No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher… O fazendeiro chamou imediatamente o médico, que avaliou a situação da esposa e disse: sua mulher está com muita febre e corre perigo.

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.
Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.

Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.

A mulher não melhorou e acabou morrendo.

Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Moral:
“Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco. O problema de um é problema de todos.”

CSS White-Space e Display

Estive precisando um dia destes de algo para realizar a quebra de linha e não podia optar por JavaScript ou suas vastas opções. Então que descubro o White-Space e Display.

Tag White-Space

É usada para o tratamento de espaços em branco, que possuí as seguintes propriedades:
Valor         Descrição
normal      Os espaços em branco serão ignorados pelo browser.
nowrap     O texto será apresentado todo ele numa linha única na tela. Não há quebra de linha até ser encontrada uma tag <br>
pre              Os espaços em branco serão preservados pelo browser.
pre-line     Os espaços em branco serão ignorados pelo browser e o texto será quebrado quando necessário.
pre-wrap  Os espaços em branco serão preservados pelo browser e o texto será quebrado quando necessário.
inherit       Será herdado as características do elemento pai.
Tag Display

Além de utilizar a tag div como uma quebra de linha quase natural, em muitos casos como na utilização de tags do jsf que geram divs e com isso muitas são renderizadas é que temos a tag Display.

Value                                    Description
none                                      O elemento não será exibido em todos
box (ou flex-box)            O elemento é apresentado como um em nível de bloco flex container box
block                                     O elemento é apresentado como um em nível de bloco do elemento(like paragraphs and headers)
flex                                         O elemento é apresentado como um em nível de bloco flex container box
inline Default.                    O elemento é apresentado como um elemento inline-level(like span)
inline-block                        O elemento é colocado como um elemento inline(on the same line as adjacent content), but it behaves as a block element
inline-flex                             O elemento é apresentado como um n inline-level flex container box
inline-table                           O elemento é apresentado como um n inline-level table
list-item                                 O elemento é apresentado como um list-item
table                                        O elemento é apresentado como um tabela
table-caption                       O elemento é apresentado como um tabela caption
table-cell                               O elemento é apresentado como um tabela cell
table-column                       O elemento é apresentado como um tabela column
table-column-group         O elemento é apresentado como um tabela column group (like <colgroup>)
table-footer-group            O elemento é apresentado como um tabela footer row group
table-header-group          O elemento é apresentado como um tabela header row group
table-row                              O elemento é apresentado como um tabela row
table-row-group                O elemento é apresentado como um tabela row group
inherit                                   Será herdado as características do elemento pai

Fonte(s):
http://www.w3schools.com
http://www.maujor.com