Abuso e uso em sites com Ajax

O desenvolvimento de aplicações com ajax vem se tornando mais e mais vital no desenvolvimento de sites. A capacidade de trazer conteúdo de forma elegante e dinâmica para os usuários tem agradado a todos.

Mas claro que sempre cometemos erros ao desenvolver utilizando-se do Ajax. Estava garimpando sobre o assunto e localizei algumas questões que deveríamos evitar:
* Múltiplos usuários: Se sua aplicação é utilizada por múltiplos usuários, tome cuidado pois podem haver problemas de um visualizar dados por parte dos outros.

* Deixar os usuários off-line de lado: A cada dia existem mais e mais usuários com acesso a internet, e nem por isso iremos desenvolver sites para usuários que fazem uso dela, devemos também pensar em usuários que fazem uso de conteúdo off-line, pois com Ajax, o conteúdo é carregado de forma dinâmica, e não teria o mesmo efeito com que navega off-line.

* Ajax é uma ferramenta, e não um brinquedo: Muitas vezes os desenvolvedores fazem o uso desnecessário de Ajax, onde um simples HTML resolveria tudo.

* Comece bem com o botão voltar do navegador: Este botão é necessário para a Usabilidade, e o JavaScript não se dá muito bem com ele.

* Não avisar ao usuário que ocorreu uma ação: Quando o usuário clica em uma área da página e ocorre uma ação, isso deveria ser avisado a ele para que saiba que os dados estão sendo atualizados.

* Deixar o usuário esperando: o ‘A’ de Ajax significa assíncrono, não é necessário que o usuário faça algo para obter dados, nós podemos adiantar sua ações e realizar requisições para obter dados e com isso o usuário não tem que ficar aguardando a resposta.

* Enviar informações simples de forma visível: Em muitas ocasiões enviamos ao navegador os mesmos dados que foram recebidos pela aplicação, a diferença é que a aplicação filtra os dados e nos mostra o que convém. No navegador, embora nem todos mostrem, caso seja apresentado será mostrado.

* Assumir que Ajax é uma plataforma única: Você deve testar suas aplicações Ajax em distintas plataforma que permitem isso, ou seja, em diversos browsers.

* Excessivo trabalho para o navegador: As vezes o uso excessivo de aplicações Ajax faz com que o browser tenha que executar muitas tarefas, e isso pode não ser bom para o rendimento de uma aplicação.

* Esquecer daqueles que navegam com JavaScript desabilitado: Segundo as estatísticas, 11% dos usuários de Internet navegam com JavaScript desabilitado, por isso é bom pensar em uma alternativa ao Ajax.

* Não utilizar links: Ao carregar conteúdo dinâmico, não esquecer de mostrar os links que levam a esse conteúdo.

* Sair do comum em relação a Usabilidade: Ao permitirmos realizar ações pouco habituais, nos encontramos com a circunstância de que esperamos que o usuário realize uma ação que ele não esperava ser feita. As pessoas estão acostumadas a realizar sempre as mesmas ações.

* Não realizar alterações em cascata: Não devemos esquecer de que quando alteramos parte do conteúdo da página, devemos alterar também partes relacionadas.

Fonte: Sentido Web

Abraço,
Ederson Melo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s